APH

APH

Tite convoca Bruno Henrique e Vinicius Júnior para amistosos; Neymar retorna


Primeiros jogos após a Copa América acontecerão em 6 e 10 de setembro, nos EUA




O técnico Tite anunciou, nesta sexta-feira, os 23 convocados para os amistosos contra Colômbia e Peru, em 6 e 10 de setembro. As partidas, que acontecerão em Miami e Los Angeles, respectivamente, serão as primeiras da seleção brasileira após o título da Copa América, conquistado contra os peruanos no início de julho.
A lista traz novidades, como os atacantes Bruno Henrique, do Flamengo, e Vinícius Júnior, do Real Madrid. Também foram chamados o lateral-esquerdo Jorge, do Santos, o zagueiro Samir, da Udinese, e o goleiro Ivan, da Ponte Preta. Veja a lista completa abaixo.
—  Ivan está na ótica de dar oportunidade a atletas mais jovens, não tem sentido só levar os jogadores de alto nível por serem amistosos. Jorge já esteve em duas convocações conosco, vive grande momento no Santos. É um jogador nesse rol de dar oportunidade — justificou o treinador da seleção:
— O Samir está inserido neste mesmo contexto, estamos acompanhando ele na Udinese, ele tem três temporadas italianas em alto nível. Já o Bruno Henrique vem se destacando, faz gol, dá assistência, vem com o Abel, pessoa que sou próximo. Tem essa qualidade de fazer lado, centro, uma série de componentes.
Berimbau Gás
Entre algumas surpresas, Tite justificou a ausência de dois jogadores na convocação. Ele explicou que não chamou Gabriel Jesus porque o atacante precisaria cumprir suspensão pela expulsão na final da Copa América. E deixou Everton Cebolinha fora para que ele não desfalque o Grêmio numa eventual final da Copa do Brasil.
O treinador também se manifestou sobre o mais recente imbróglio envolvendo Neymar. O camisa 10 está em litígio com o seu clube, o PSG, e deve se transferir para o Real Madrid ou para o Barcelona ainda nesta janela. Tite contou sobre a conversa que teve com o craque:
— Conversei com ele, levamos três aspectos. Qual era o momento dele, como ele estava. Ele disse que estava feliz, trabalhando há um tempo. "Não faço trabalho tático, pois é uma preparação da equipe", disse. Perguntei emocionalmente sobre toda a situação: "Estou tranquilo, sei que há o encaminhamento e agora aguardo o PSG na definição". E o terceiro aspecto era a ideia dele jogar antes, um tempo hábil para jogar, e um atleta do nível e da qualidade de Neymar, eu não vou prescindir como técnico.
VEJA A LISTA DE CONVOCADOS
Goleiros
Ederson (Manchester City)
Ivan (Ponte Preta)
Weverton (Palmeiras)
Zagueiros
Eder Militão (Real Madrid)
Marquinhos (PSG)
Thiago Silva (PSG)
Samir (Udinese)
Laterais
Alex Sandro (Juventus)
Daniel Alves (São Paulo)
Fagner (Corinthians)
Jorge (Santos)
Meio-campistas
Allan (Napoli)
Arthur (Barcelona)
Casemiro (Real Madrid)
Fabinho (Liverpool)
Lucas Paquetá (Milan)
Philippe Coutinho (Barcelona)
Atacantes
Bruno Henrique (Flamengo)
David Neres (Ajax)
Firmino (Liverpool)
Neymar (PSG)
Richarlison (Everton)
Vinicius Júnior (Real Madrid)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.