APH

APH

Quase morreu pelo prazer: mulher sofre grave reação alérgica após fazer sexo


Uma hora depois da relação, ela começou a suar profundamente, teve quadros de diarreia e tontura



Um mulher de 46 anos, que não teve o nome divulgado, quase morreu após sofrer uma reação alérgica por fazer sexo sem preservativo com o marido. De acordo com o 'Daily Mail', uma hora depois da relação, ela começou a suar profundamente, teve quadros de diarreia e tontura. O caso aconteceu na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos.
Ela foi levada para o hospital. Ao ser atendida, a mulher afirmou ter alergia à penicilina, mas negou ter ingerido o antibiótico antes do ato sexual ou ter consumido nenhum alimento incomum. 

Resultado de imagem para anuncie aqui 728x90

Ainda segundo o 'Daily Mail', a mulher fez exames para detectar o que estava causando os sintomas. Os médicos descobriram que o marido dela havia tinha ingerido nafcilina - uma forma de penicilina - para tratar uma infecção.

Ela teve um choque anafilático, uma reação do sistema imunológico a uma substância que considera prejudicial. A reação alérgica grave faz com que a pressão arterial caia de forma repentina e as vias aéreas do paciente ficam mais estreitas, o que bloqueia a respiração. Os médicos explicaram que a situação foi causada pela transferência da nafcilina pelo sêmen. 
A mulher precisou de uma dose de adrenalina. Os sintomas da reação alérgica melhoraram em um dia ela recebeu alta, com recomendações para não fazer sexo com o marido até que o tratamento dele termine. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.