Bebê dado como morto é encontrado chorando em necrotério; "achei que era um erro", diz mãe

Bebê dado como morto é encontrado chorando em necrotério; "achei que era um erro", diz mãe
Um bebê de apenas 48 dias, declarado morto por uma equipe médica da Unimed, foi encotrado chorando no necrotério de Foz do Iguaçu, no Paraná. Tudo aconteceu no domingo (11/1). Theo Schoenacher Sant’anna deu entrada na unidade de saúde após sentir um desconforto abdominal e refluxo ao ingerir uma formula de leite em pó, que foi receitada pelo pediatra para auxiliar no ganho de peso, mas acabou passando mal. 
“Ele estava tomando soro no meu colo e de repente começou a chorar muito de dor e apagou no meu colo, parou de respirar”, relatou Gabriela  Moraes, mãe do bebê. Os médicos tentaram fazer a reanimação por 40 minutos, mas o neném foi declarando morto por broncoaspiração. 
Cinco horas após o ocorrido, a família recebeu a notícia: um funcionário do encontrou Theo vivo após escutar o choro dele. “Achei que era um erro, que era o prontuário de outro bebê, mas quando chegamos na Unimed realmente vimos que era o nosso filho. Eles tinham trocado o plantão e os médicos tinham entubado e estavam tentando aquecê-lo, porque ele estava muito frio”, afirmou a mãe.
Os pais do menino decidiram levá-lo para o hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), mas ele acabou morrendo nesta segunda (13/1) após sofrer duas paradas cardiacas. Segundo o HMCC, o garoto estaria vivo se a possível negligência no hospital particular não tivesse agravado o quadro clínico. 
Gabriela procurou a Polícia Civil, que prometeu apurar o caso. "Após ser constatado seu óbito na unidade hospitalar, a autoridade policial iniciará os procedimentos instaurando inquérito policial, visando apurar as circunstância da causa morte do recém nascido, e que todas as medidas cabíveis já estão sendo tomadas. Neste primeiro momento não haverá coletiva a respeito desse caso", disse, em nota.
A Unimed também se manifestou sobre o caso por meio de nota, que está na íntegra abaixo. 
A Fundação de Saúde Itaiguapy, por meio de sua Assessoria de Comunicação Social, vem a público prestar esclarecimentos a partir da manifestação realizada pela Imprensa de Foz do Iguaçu:
1. Informamos que o menor T.S.S, deu entrada no Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC) na data de ontem (12) às 22h48, proveniente do Hospital Unimed, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).
2. Diante do grave quadro clínico em que o paciente se encontrava quando foi admitido na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica desta Instituição, a equipe tomou todas as medidas cabíveis para salvar a vida do bebê, porém, às 10h54 de hoje, o bebê foi à óbito e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para verificação da Causa Mortis.
3. Demais informações em relação ao prontuário do paciente, não podem ser fornecidas sem autorização expressa do paciente/responsável legal

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.