APH

APH

Vereadora Juliene nomeia funcionárias públicas por cúpula de forasteiras



De inicio a vereadora participou dos questionários direcionado ao secretário de agricultura, Gilvan 'Gil' convocado na sessão desta quarta-feira, 08, para prestar esclarecimentos sobre suas respectivas atividades.

Foi citado pela parlamentar as dificuldades enfrentadas por agricultores e latifundiários para transportar seus produtos, por conta dos buracos nas estradas vicinais e da necessidade de higienizar os poços artesianos para evitar a procriação de larvas.

Ao fazer uso da fala, a parlamentar descreveu as experiencias vividas ao longo da semana e das necessidades enfrentadas pelos munícipes que a procuram, das realidades cruéis que muitos tem que passar, das humilhações para conseguir marcar uma consulta e realizar um exame, dos pedidos de fraldas e cestas básicas para tentar amenizar a preocupação de alguém. 

-É triste vereadores de situação, debater tanto, mostrar as belezas do município e fechar os olhos para aqueles que de fato merecem o nosso apoio, é lamentável, a realidade que aparece para vocês não aparece para mim, é totalmente diferente, por que você passa o dia todo lidando com casos um mais complicado e grave que o outro, e com isso você aprende a viver a dor do próximo, a obra há olho nu não é política. A população precisa andar com um sorriso no rosto, essa é expectativa que eu almejo por que a realidade encontrada em nosso dia-a-dia é totalmente diferente, os cidadãos sofrem com a falta de estrutura, de saúde, de apoio, de atendimento, de limpeza nas ruas, de assistência, de medicação, de exames, é difícil até falar pois tudo tem se tornado tão impossível, disse ela.


Em seguida, a edil fez denúncias dos abusos da Secretária de Saúde e pela falta de compromisso do poder público do município com os cidadãos conjacuipenses que prestam concurso na cidade, mas não são convocados pois as vagas são de privilégio pessoas de outros municípios, principalmente para trabalhar na área de saúde com carga horária acima do permitido por lei, dando como exemplo uma Tec. em Enfermagem trabalhar 80 horas por semana, e o abandono do Hospital Municipal Antônio Carlos Magalhães (HACM), onde há falta até de insumos.

Parte do pronunciamento:
-Vou trazer uma situação e chamo vocês para um apoio, vamos denunciar três funcionárias da secretaria de saúde, quero denúncia, a situação é a seguinte eu acho assim, o gestor que não valoriza seus funcionários não valoriza mais ninguém, no dia 22 de abril a prefeita desceu uma portaria notificando um funcionário um motorista de ambulância daqui do município, ele foi notificado por que essa gestão tem dois pesos e duas medidas por isso que eu vou pedir o apoio do jurídico para formular essa denúncias, as forasteiras chefonas que eu trago aqui, tem uma que tem três cargos públicos 80h semanais, quem trabalha é ela, uma é coordenadora da saúde e enfermeira 40h aqui e 20h em Feira 60h semanais, eu quero saber como ela se vira para está aqui e lá ao mesmo tempo por que o horário de trabalho é o mesmo das 07 às 16h, ela é capacho de Zena, nessa mesma clínica ela é sócia proprietária, quer dizer que o motorista não pode ser motorista em dois lugares mais ela pode ser coordenadora e sócia de uma clinica em feira,como é isso?, tem a motorista de Zena que é enfermeira e coordenadora do CRAS, ela é 20h nessa clínica, 40h em Pilão arcado lá em Juazeiro, ela é os vingadores tem um turbo, concursada forasteira tem 80h de trabalho semanal e trabalhava como terapeuta ocupacional, salario bruto de R$ 3.671,00 reais liquido R$ 4.400,00, eu quero saber como ela tem essa capacidade ela é onipresente quase um Deus, tem a obra chefa das vigilâncias gente de Zena, 40h em Coração de maria no PSF e 40h na prefeitura de Conceição do Jacuípe, como isso é possível? eu quero entender, tem a outra chefe do CAPS contratada como bordadeira e artesã com o salario de R$ 3.777,00 reais, quem ganha dinheiro é ela, isso é a cúpula das forasteiras da secretaria municipal de Conceição do Jacuípe então o pau que dá em Chico tem que dá em Francisco, conto com ajuda do jurídico para averiguar essas forasteiras, eu quero saber porque o motorista foi demitido e essas lindas não, conclui.
Tecnologia do Blogger.