APH

APH

Primeiro-ministro da Etiópia desbanca Lula, Raoni e Greta e é o vencedor do Nobel da Paz 2019

“Estamos orgulhosos como nação”, afirmou o gabinete do primeiro-ministro





O ganhador do prêmio Nobel da Paz 2019 é o primeiro ministro da Etiópia, Abiy Ahmed Ali. O nome foi anunciado pelo comitê do prêmio na Noruega. Abiy Ahmed Ali venceu o prêmio por sua luta pela paz no conflito entre a Etiópia e a Eritreia, que travaram guerra de fronteira entre os anos 1998 a 2000.


Em nota, o gabinete de Abiy Ahmed Ali afirmou que o Nobel da Paz 2019 e o reconhecimento são uma vitória coletiva para os etíopes: “Estamos orgulhosos como nação”.


“O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, foi este ano galardoado com o Prêmio Nobel da Paz pelos esforços para alcançar a paz e a cooperação internacional e, em particular, pela sua iniciativa decisiva para resolver o conflito fronteiriço com a vizinha Eritreia”, afirmou o Comitê, em nota.


Na edição 2019, concorreram ao prêmio 301 candidatos, sendo 223 pessoas e 78 organizações. Entre os nomes, estavam o ex-presidente Lula, pela boa avaliação do trabalho como presidente do Brasil, o líder indígena caiapó Cacique Raoni, pela defesa ambiental, e a jovem ativista sueca Greta Thunberg, pelo ativismo e defesa do meio ambiente.
Tecnologia do Blogger.