APH

APH

Pobreza na Bahia é maior entre pretos ou pardos, aponta IBGE

Apesar dos números negativos, um dado chamou atenção: estado tem terceira menor taxa de desigualdade do país
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, na manhã desta quarta-feira (13), a edição do estudo de “Desigualdades Sociais por Cor ou Raça de 2018”. No levantamento, o IBGE apontou que a pobreza na Bahia é maior entre os pretos ou pardos do que entre os brancos. De acordo com os dados, 43,8% vive abaixo da linha de pobreza.
O estudo também relevou que a maior incidência de pobreza no estado ocorre entre mães solteiras negras, que vivem com filhos menores de 14 anos. Quase 682 mil pessoas estavam nessa condição em 2018.
Além disso, o levantamento mostrou que a renda domiciliar per capita de pretos ou pardos é 31,4% menor que a dos brancos na Bahia e quase metade (-47,3%) em Salvador. Apesar dos números negativos, um dado chamou atenção. O estado tem a terceira menor taxa de desigualdade do país.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.