Governo do Irã admite que derrubou avião ucraniano por engano

Iranianos negavam a possibilidade; 176 morreram no ataque



O governo iraniano admitiu que derrubou por engano o avião ucraniano na última quarta-feria (08). Por meio da TV estatal, o país alegou que o episódio aconteceu por falha humana e que os responsáveis serão punidos. 176 pessoas morreram. A declaração foi feita nas primeiras deste sábado (11).

O comandante da seção aeroespacial Guarda Revolucionária iraniana, general Amirali Hajizadeh, assumiu a culpa e disse que o avião foi confundido com um míssil de cruzeiro, armamento guiado remotamente utilizado para liberar ogivas a longas distâncias, e abatido por um míssil de curto alcance.

“A República Islâmica do Irã lamenta profundamente esse erro desastroso”, escreveu o presidente iraniano Hassan Rouhani no Twitter.

Durante a semana, EUA, Canadá e Reino Unido anunciaram ter recebido informações de que o avião havia sido abatido por um míssil iraniano. O irã negava a possibilidade.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.