Incêndio iniciado às margens do Anel de Contorno destrói comercial de sucatas

Incêndio iniciado às margens do Anel de Contorno destrói comercial de sucatas

Foram necessárias três viaturas do Corpo de Bombeiros, que contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma vez que a fumaça na rodovia deixou o trânsito lento e com baixa visibilidade.

Um incêndio de grandes proporções destruiu completamente uma casa comercial de sucatas e peças de veículos na Rua Topázio, no bairro Gabriela em Feira de Santana. Segundo o morador do bairro, Antônio Carlos Alves, o fogo começou por volta das 19h, desta segunda-feira (13) na vegetação às margens do Anel de Contorno. Em frente ao prédio entre a margem da pista e o acostamento existiam centenas de peças de carros como carrocerias, bancos e para-choques, que foram atingidos pelo fogo, que se alastrou. Ninguém ficou ferido.
Foto: Enviada por leitor via WhatsApp
Antônio Carlos mora vizinho ao local do incêndio e disse que o Corpo de Bombeiro chegou com cerca de 20 minutos e conseguiu controlar as chamas, porém havia muita fumaça na rua inteira e os moradores tiveram que sair de suas casas. Antes de o fogo ser controlado, algumas pessoas chegaram a retirar alguns móveis das residências temendo que o incêndio atingisse os imóveis mais próximos. Uma casa foi atingida parcialmente.
“O incêndio começou no berço da pista. Aí estava ventando muito e o fogo veio. De repente pegou fogo em tudo. Tem muitas explosões no interior do prédio porque tem muito material inflamável ali dentro. Tem muita sucata de carro, tinta, resto de gasolina, óleo diesel. Além disso, parte da sucata fica entre o acostamento e o prédio. Minha casa não foi atingida, mas tinha muita fumaça. Todo mundo correu da Rua Topázio por causa da fumaça. Saiu todo mundo, a fumaça está na rua inteira. Tem gente tirando as coisas de dentro de casa”, disse o morador Antônio Carlos ao Acorda Cidade.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade
Foram necessárias três viaturas do Corpo de Bombeiros, que contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma vez que a fumaça na rodovia deixou o trânsito lento e com baixa visibilidade.
A moradora Gilvânia Coutinho disse que o Corpo de Bombeiros levou mais de duas horas tentando controlar as chamas e que o proprietário do estabelecimento passou mal ao ver que sua empresa estava sendo destruída pelas chamas.
“O fogo nos assustou muito porque foi um incêndio de grandes proporções. Os bombeiros tentam apagar as chamas há mais de duas horas. Como é muita fumaça e minha casa fica próximo não tem como ficar dentro de casa. A gente vai ver como faremos para dormir. A rede de energia da Rua Topázio foi desligada, foi um corre danado. Vamos ter que arranjar uma casa de vizinho mais distante para dormir. Não vai ter como dormir em casa hoje. As paredes do comercial de sucata estão para cair. Um dos donos passou mal e teve que ser levado para o hospital, diante uma situação dessa não tem como resistir. Eles têm muito tempo de trabalho e de luta e ver tudo se acabar assim em questão de um hora. É muito difícil”, declarou.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade
O subtenente Roberto Cardoso, que comandou a operação, disse ao Acorda Cidade que ainda não está comprovado que o fogo começou pela vegetação, mas foi o que a população informou ao acionar o Centro Integrado de Comunicação (Cicom/190).
“A princípio chegou para gente via Cicom que o fogo tinha iniciado aqui na vegetação, mas a gente não pode afirmar com 100% de certeza. Você está vendo ali o incêndio no estabelecimento, de grandes proporções, e já o confinamos. Estamos finalizando o trabalho de debelação das chamas e estamos combatendo também para evitar que passe para outras residências. É um ferro velho, nós já apuramos que ali dentro tinha ferro, peças de bancos, peças de carros, e a gente já evacuou as casas vizinhas. Pedimos aos moradores que retirassem os móveis e estamos monitorando o tempo todo. A fumaça atrapalha um pouco e até pelo risco de intoxicação é prudente que os moradores saiam das casas para evitar sufocamento. Não sabemos informar com precisão tudo que tem lá dentro e estamos combatendo as chamas com prudência”, informou.
Até o fechamento desta matéria as equipes do Corpo de Bombeiros ainda estavam no local.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.