Polícia Civil investiga caso de sequestro e assassinato no bairro Mangabeira - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

9 de janeiro de 2020

Polícia Civil investiga caso de sequestro e assassinato no bairro Mangabeira

Polícia Civil investiga caso de sequestro e assassinato no bairro Mangabeira

A Polícia Civil de Feira de Santana está investigando um caso de sequestro, seguido de agressão a três homens na tarde da última terça-feira (7), no bairro Mangabeira em Feira de Santana. Um deles foi morto a tiros.

Conforme informações preliminares, as vítimas teriam saído da cidade de Coronel João Sá em um veículo Siena para comprar peças de trator em Feira de Santana e ao chegarem em um bar no bairro Mangabeira foram surpreendidas por bandidos que os levaram no veículo em que as vítimas estavam para um local deserto. Lá os três foram torturados, agredidos e tiveram os pertences levados, além do carro.

Uma das vítimas foi identificada como Valderval. Ele foi baleado no tórax e na cabeça e morreu. As outras duas pessoas identificadas como Sandro George Chagas e André também foram baleadas e socorridas para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) onde passaram por uma cirurgia. André continua internado e Sandro já foi liberado e ouvido pela polícia.

Investigação

Inicialmente houve a hipótese de assalto por conta do relato de Sandro aos policiais ainda no hospital. Com o andamento das apurações outras linhas de investigações foram surgindo.

O delegado Felipe Ghiradelli informou que a polícia apura detalhadamente o caso e que há várias hipóteses. De acordo com ele, existe a versão dada pelas vítimas de que elas estavam na cidade para comprar as peças de trator e também a informação de que os homens poderiam ter vindo à Feira de Santana para adquirir drogas. No entanto, ainda não há a confirmação desses dados.

“Nós ainda estamos trabalhando todas as informações. Todas as vertentes para saber qual que foi a verdadeira motivação do crime. Pode ter sido um crime de latrocínio, entretanto pode ser também um crime de homicídio. Pode ser que haja alguma rivalidade entre os grupos e estamos trabalhando detalhadamente cada informação. Para inclusive localizar os autores e fazer as respectivas prisões”, acrescentou.

 O delegado frisou que outro ponto que está sendo analisado pela investigação é o motivo das vítimas, que informaram que estavam na cidade comprando peças de carro, serem encontradas em um local isolado, fora do perímetro urbano e central da cidade, onde normalmente encontram-se as lojas de autopeças.

Todas as informações repassadas pelos sobreviventes estão sendo confrontadas e apuradas para localizar os autores e identificar o motivo do crime.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas