Prostituição, camelô e mudança de sexo: vocalista da banda "A Travestis" supera desafios e luta por reconhecimento

Prostituição, camelô e mudança de sexo: vocalista da banda "A Travestis" supera desafios e luta por reconhecimento
"Inhahiiii"..
Você já deve ter ouvido esse bordão nos paredões do Brasil. Ele é cantado por Tertuliana Lustosa, 23 anos, vocalista da banda "A Travestis". Mulher trans e dona do hit "Murro na Costela do Viado", abriu o jogo para o Mural Baiano - quadro temático de sexo do programa Ronda, da TV Aratu, em parceria com o Aratu On - sobre sua vida sexual e a luta para ser reconhecida na sociedade.
Natural do Piauí e criada em Salvador, se descobriu transgênero aos 12 anos. "Foi tarde, a minha estrutura óssea foi se desenvolvendo e eu percebi que era de uma mulher", contou completando que há cinco anos passou pela transformação. Sua mãe, a cabeleireira Marcia Lustosa, e os avós paternos apoiaram a cantora. "O meu pai não me viu após a mudança", falou.
Questionada sobre sua sexualidade, ela revelou que, além da implatação de seios, ela também já "mexeu" nas partes íntimas. "Retirei os testículos e penso em tirar o pênis mais pra frente, daqui há uns dois anos quem sabe", revelou. 
Formada em Artes pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), trabalha como camelô na praia da Barra atraindo os clientes com o verso. "Cai de boca no brigadeirão". Com a atividade, se dedicou à música acumulando mais de 200 mil visualizações em canções autorias na plataforma Youtube. A banda A Travestis ainda é formada por Jessica Lopes, dançarina e Paulilo a DJ. 
CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.