SUS discute distribuição gratuita de remédio para hipertensão pulmonar

Consulta pública vai até o dia 17 de janeiro, as contribuições podem ser encaminhadas por formulário na internet

 Foto: Reprodução

Foi prorrogado em dez dias o prazo para os interessados enviarem ao Ministério da Saúde sugestões para a distribuição gratuita, pela rede pública, do remédio riociguate, para hipertensão pulmonar tromboembólica (HPTEC). O prazo estava previsto para terminar hoje (6), a consulta pública agora vai até o dia 17 de janeiro. As contribuições podem ser encaminhadas por formulário disponível na internet.

O medicamento é indicado para o tratamento de hipertensão pulmonar tromboembólica crônica em casos não cirúrgicos ou persistentes e recorrentes. O medicamento é encontrado em farmácias com valor médio de R$ 9 mil por caixa com 42 comprimidos.

O assunto foi colocado em consulta pública conforme é determinado na legislação. Isso porque segundo a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) estima que, em cinco anos, a incorporação do riociguate, se aprovada, custará R$ 2,6 bilhões aos cofres públicos, o que é considerado um gasto muito alto para resultados ainda contestatórios.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.